Cadastre-se como pessoa jurídica e tenha acesso a todos os produtos

Saiba como manter os animais longe dos carrapatos e pulgas.

Saiba como manter os animais longe dos carrapatos e pulgas

Não há nada mais incômodo do que quando um animalzinho de estimação adquire carrapatos e pulgas, mesmo sem sair de casa. E se ele sai bastante para passear, os riscos são ainda maiores, pois ele pode entrar em contato com outros animais, inclusive aqueles que vivem nas ruas e não são bem higienizados.

Geralmente os bichinhos se infectam quando são expostos a locais contaminados, como carpetes, tapetes, cantos da casa e móveis de madeira, que podem ter ovos de pulgas. Então, o ideal é que o tutor realize uma limpeza profunda onde o pet vive, sobretudo se houver outros animais convivendo no mesmo lugar.

Porém, a boa notícia é que hoje existem diversas formas de prevenir esses parasitas indesejáveis. Além disso, há uma série de tratamentos, caso o pet do seu cliente esteja com carrapatos e pulgas, e precise de um remédio especial.

Por isso, vamos te dar algumas dicas de como orientar o seu cliente nos cuidados com o bichinho. Em seguida, veja como o animal pode se livrar de uma vez por todas desses inimigos inconvenientes.

 

Cinco dicas para evitar os carrapatos e pulgas

Você sabia que um simples passeio numa pracinha pode ser o suficiente para que o bichinho retorne infestado de pulgas para casa? Por isso, confira algumas atitudes simples que podem manter o pet longe da contaminação.

 

Indique o melhor anti-pulgas para os seus clientes

Prevenir é o melhor remédio. Antes de levar seus cãezinhos para passear, é importante estar com o tratamento anti-pulgas em dia. Existem diversos produtos muito efetivos no mercado, neste que é o maior segmento no mundo de produtos veterinários em todo o mundo. Para indicar o melhor produto ao seu cliente confira aqui nossas dicas.  

 

Evitar o contato com animais de rua e de grande porte

Oriente para que o seu cliente não vá a locais com circulação de cachorros de rua, cavalos e animais de grande porte. Lugares com vegetação abundante também devem ser descartados.

 

Não soltar a coleira guia

Ao passear com os animais, o dono deve mantê-los na coleira. Caso contrário, certamente eles vão querer brincar com outros animais, que podem estar com carrapatos e pulgas.

 

Escovar a pelagem do animal

Ao chegar do passeio, é importante que o animal seja escovado, para que seja identificado alguma pulga ou carrapato logo de imediato.

 

Manter as visitas ao veterinário

É muito importante que o pet vá constantemente ao veterinário para que ele passe uma medicação antiparasitária. Geralmente esses remédios são o suficiente para impedir a evolução do parasita.

 

Como tratar o animal com carrapatos e pulgas?

O seu cliente tomou todos os cuidados, mas mesmo assim o bichinho de estimação se contaminou? Então confira algumas dicas de tratamento para indicar para ele. Vale salientar que todo processo deve ter a orientação de um veterinário.

 

Shampoos e sabonetes

Esses produtos são eficientes apenas quando o carrapato ou pulga entram em contato com eles. Porém, eles não são indicados para um tratamento a longo prazo.

 

Coleiras antipulgas e anticarrapatos

Já as coleiras possuem um tratamento mais duradouro e podem servir de complemento a outros produtos, como os shampoos, sabonetes e comprimidos.

 

Comprimidos

Os comprimidos são altamente eficientes. As pulgas e carrapatos morrem logo quando mordem os animais, ou seja, a ação é imediata.

 

Pipetas

Já esse tipo de tratamento é indicado para filhotes. O efeito é prolongado e a aplicação é realizada diretamente no pelo do animal.

Existem ainda outras formas de tratar o animal que possui carrapatos e pulgas, como a aplicação de sprays, talco antipulgas, inseticidas e aerossóis. Portanto, se você precisa desses produtos no seu petshop, entre em contato com a V2Pet e conheça o seu catálogo.

Para saber mais sobre todos esses produtos acesse aqui nossas dicas.