Cadastre-se como pessoa jurídica e tenha acesso a todos os produtos

Petiscos para pets: Qual o melhor momento para oferecer?

Todos os dias surgem novas ideias e novidades dentro do mercado de alimentos para animais de estimação. Essa indústria vem desenvolvendo novos produtos para atender a uma demanda cada vez mais crescente, de tutores exigentes. Entre eles estão os petiscos para pets, que além de oferecerem uma alimentação equilibrada ao cão e ao gato, ainda proporcionam a eles energia e bem estar.

Eles são saborosos, estimulantes e deixam qualquer bichinho com água na boca só de sentir o cheiro. Por isso, é fundamental encontrar aqueles que se adequam à raça e ao peso do bichinho do seu cliente. Vamos explicar um pouco mais qual o melhor momento de oferecer esses petiscos e quais são as melhores opções.

 

Quando oferecer petiscos para os pets?

Uma dúvida muito comum de muitos tutores é sobre a hora certa de incluir petiscos industrializados na alimentação do animal. Isso porque, mesmo que tenham o objetivo de alimentar, esses produtos contêm substâncias que quando ingeridas em excesso, podem fazer mal. Por esse motivo, os donos devem consultar um especialista, que pode orientar melhor sobre o assunto.

Quando o profissional que atua no petshop ou em lojas de produtos para animais conhece as opções e marcas, fica mais fácil indicar os produtos certos. Então, se você possui uma loja ou trabalha diretamente com animais de estimação, descubra aqui dicas incríveis sobre as diversas formas de inserir os petiscos para pets na rotina dos bichinhos.

Durante o adestramento

Os petiscos para pets são utilizados sobretudo durante o adestramento de cães. Essa é uma técnica infalível, que induz e condiciona um comportamento positivo ao bichinho, após ser estimulado. Mas tome cuidado com a quantidade, certo?

Para reforçar bons comportamentos

Os cães são animais inteligentes, que reconhecem ações humanas repetitivas. Ele sabe que receberá um petisco sempre que fizer alguma ação positiva, ou quando obedece o seu tutor. Além disso, o pet também sabe quando faz xixi no local errado e desagrada o seu dono. Aliás, essa é uma dica que reforça a anterior.

 

Quando os petiscos para pets fazem mal?

Consumir qualquer tipo de alimento em excesso pode afetar de alguma forma a saúde do animal do seu cliente. No caso dos petiscos para pets, pode ocorrer o mesmo. Como eles são industrializados, possuem substâncias como corantes, conservantes e flavorizantes, que acentuam o sabor.

Por exemplo, uma quantidade exacerbada pode prejudicar o bichinho e causar algumas doenças intestinais. Por esse motivo, o indicado é consultar um veterinário e saber qual a dose certa para o peso do cão ou gato. O ideal é que as porções sejam reduzidas para os animais menores.

 

Mas quais são os melhores petiscos para pets?

Os petiscos considerados mais saudáveis são as frutas e legumes. Por isso, o ideal é colocar uma frutinha dentro de um brinquedo, pois além de brincar e aliviar o estresse, ele ainda estará ingerindo alimentos de qualidade.

Além disso, a cenoura, os brócolis e a beterraba são ótimas fontes de vitaminas, além da pera e da maçã. Todas essas opções ajudam a desintoxicar o organismo e deixar os dentes e os pelos em bom estado. Porém, você ainda pode oferecer alguns industrializados, que também são bastante funcionais.

Então, se estiver em busca de opções para oferecer ao seu cliente, confira os produtos da V2pet. Lá você encontrará biscoitos, ossos, bolinhos, entre outros petiscos incríveis que irão complementar na saúde e bem estar aos bichinhos.