Cadastre-se como pessoa jurídica e tenha acesso a todos os produtos

Como funciona a doação de sangue entre cachorros?

Como funciona a doação de sangue entre cachorros?

A doação de sangue entre animais é uma prática muito comum, que ajuda a salvar a vidas dos pets que estão doentes. Porém, é importante conhecer algumas regrinhas antes de levar o bichinho ao veterinário, sobretudo se o doador for um cachorro.

Sem dúvidas, ter um banco de sangue na clínica veterinária pode ser providencial em qualquer emergência. Mas como funciona a doação de sangue de cães para cães?

 

Acompanhe o artigo!

 

Importância da doação de sangue

A doação de sangue entre animais é importante pois ela pode ajudar a recuperar a vitalidade e salvar a vida de outros pets. Ou seja, essa é a melhor maneira de curar bichinhos doentes ou que vão precisar passar por uma cirurgia e necessitam da transfusão.

Assim como os seres humanos precisam de doação de sangue por diversos motivos, os animais também necessitam dessa ajuda. Comumente vemos campanhas de doação, chamando voluntários para realizar esse procedimento, que é muito rápido e simples.

Mas você sabia que a doação entre animais também acontece de forma similar? Conheça a seguir as vantagens desse ato.

 

Quais as vantagens de realizar a doação de sangue?

A principal vantagem para o cão doador é ter em mãos um "check up" de cortesia, que poderá identificar diversas enfermidades no animal. Ele fará exames como:

  • Hemograma completo, que detecta infecções e anemias;
  • Função renal, para verificar se os rins estão funcionando bem;
  • Entre outros para detectar doenças como leshmaniose, dirofilariose, lyme e brucelose.

 

Além disso, o local poderá oferecer alguns produtos para melhorar a saúde do animal doador.

 

Quais os critérios para o cão se tornar um doador?

Agora que sabemos a importância da doação de sangue, confira a seguir alguns critérios para que o cão possa ajudar outro animalzinho. Vale dizer que esse processo não é complicado, mas o bichinho pode se sentir um pouco cansado após ele.

Por isso, é importante que apenas animais com os perfis a seguir doem sangue. São eles:

 

  • Ter entre 1 e 8 anos;
  • Ter um temperamento que seja dócil
  • Estar vacinado e vermifugado;
  • Não ter tido doenças prévias ou ter realizado transfusão há pouco tempo;
  • Ter no mínimo 27kg;
  • Não ter pulgas e carrapatos.

 

Esses critérios são importantes para manter a saúde do animal doador e daquele que receberá o sangue. Ou seja, o seu cliente se sentirá muito mais seguro quando esse passo a passo é respeitado nas clínicas e hospitais veterinários.

 

Como é realizada a doação de sangue?

Para que haja a doação de sangue, o animal precisa:

  • Ter o mesmo tipo de sangue do pet que receberá a doação;
  • Estar em jejum de no mínimo 4 ou 5 horas;
  • Ter todos os dados preenchidos antes da coleta. Aliás, ele deve estar acordado e consciente;
  • Ficar calmo e com o tutor ao lado, ajudando-o durante o processo.

 

Pronto! Após a boa ação, o animal pode ir tranquilamente para casa com o seu dono. Além de fazer o bem, o animal ainda sairá com um teste de cortesia, com todas as informações sobre a sua saúde.

Para saber se o cãozinho do seu cliente é apto para doar sangue e para conhecer melhor os hemocentros veterinários mais próximos, indique ao seu cliente que procure seu médico veterinário.

 

Gostou? Confira os outros conteúdos do site da V2Pet ou entre em contato para conhecer melhor nossa empresa!