Cadastre-se como pessoa jurídica e tenha acesso a todos os produtos

Como abrir uma clínica veterinária: Confira o passo a passo

Entender as etapas de como abrir uma clínica veterinária é essencial para o profissional que deseja entrar nesse ramo. Por isso, vamos te explicar como é possível abrir o seu negócio de forma segura.

 

Ter um espaço para atender aos clientes e seus pets e oferecer um serviço de qualidade pode se tornar um sonho possível. Esse é um grande objetivo para muitos amantes de animais sejam eles estudantes de medicina veterinária ou recém formados.

 

Mas, antes de tudo, é fundamental que você tenha em mente as principais etapas desse processo. Por isso, se você tem dúvidas sobre o assunto, confira a seguir como abrir uma clínica veterinária e ter sucesso com ela.

Etapas de como abrir uma clínica veterinária

Primeiramente, você deve avaliar os aspectos financeiros antes mesmo de aprender a como abrir uma clínica veterinária. Todas as fases seguintes dependerão do seu capital inicial. Ou seja, os serviços prestados, a compra de equipamentos, materiais e contratação de funcionários deve levar em consideração o seu investimento inicial.

 

Aliás, você deverá se preocupar também com os valores relacionados ao aluguel, água e energia. Mas falaremos com mais detalhe sobre esses assuntos mais a seguir.

Crie um plano de negócios

O plano de negócios será a base do seu projeto. É lá que todas as etapas estarão organizadas e especificadas. Aliás, com ele você poderá ter uma visão holística sobre o seu negócio e compará-lo com a realidade, depois do negócio aberto, para ajustar os planos futuros.

 

Criar e seguir um plano de negócios é parte chave do processo. Nele você deve incluir as projeções de faturamento bem como as projeções de custos sejam eles fixos (água, luz aluguel etc.) ou variáveis, como insumos. É importante ser realista principalmente nas projeções de faturamento para não ter surpresas.

 

 

Para um Médico Veterinário que nunca empreendeu um plano detalhado de negócios é ainda mais importante. Muitos recorrem ao SEBRAE e principalmente consultores especialistas. Se você estiver nessa situação, sugiro buscar ajuda em profissionais de confiança.

Legalize o seu negócio

Em seguida, preocupe-se em registrar a empresa, sobretudo se você tiver outros sócios. Verifique as taxas que você deverá pagar caso faça adesão a algum regime tributário.

 

O ideal é que você contrate um contador para cuidar dessa parte do negócio. Somente esse profissional será capaz de indicar qual caminho você deverá seguir.

 

Além disso, busque as devidas licenças e registros de funcionamento com os órgãos regulamentadores da sua cidade. Sem elas você não conseguirá abrir um negócio com segurança.

 

Muito importante salientar que todo o layout de sua clínica veterinária deve seguir normas sanitárias da sua cidade, incluindo bombeiros, para obter alvará de funcionamento.

Não confunda pessoa física com pessoa jurídica

Na hora de abrir a Clínica é importante não confundir o caixa do estabelecimento com sua própria conta bancária. Esse talvez seja o erro mais comum entre os profissionais da área e motivo de muitas falências. O caixa da empresa deve estar sempre no azul, com reservas suficientes para cobrir os custos por pelo menos 30 dias.

Invista no ambiente e nas pessoas

Após encontrar uma boa localização para a sua clínica veterinária, você deve investir no ambiente. Pesquisas tem mostrado que este é um dos principais aspectos relacionados com a escolha da clínica veterinária por parte de clientes novos, principalmente. Divida os espaços internos em salas com fins distintos e cuide da segurança e conforto dos clientes e dos seus pets. Auxiliares e outros profissionais se necessários, devem ser recrutados por suas habilidades interpessoais além do seu conhecimento técnico. Mantenha sempre regularizada a situação trabalhista de todos os seus colaboradores.

Divulgue o seu negócio da forma correta

As referências (recomendações) são as principais formas de pelas quais os clientes escolhem uma clínica ou um médico veterinário pela primeira vez. Por isso é importante cultivar sempre seus clientes mesmo quando não vem à clínica. Utilize as mídias sociais para divulgar informações e conteúdo de relevância para eles, mas não somente conteúdo ligados à saúde dos pets. Conteúdos ligados ao convívio e o comportamento dos pets são muito procurados e podem fazer parte da sua comunicação.

Compre produtos de qualidade a preços justos

Essa é uma etapa fundamental para quem quer aprender a como abrir uma clínica veterinária. Por isso, indicamos os produtos da V2Pet, empresa reconhecida no seu segmento e que oferece produtos de qualidade à comunidade veterinária.

 

Você encontrará materiais para cirurgia e recuperação, além de anti-inflamatórios, pomadas, vitaminas e outros produtos específicos para clínicas veterinárias e petshops.