Cadastre-se como pessoa jurídica e tenha acesso a todos os produtos

Calendário de vacinação animal: porque esse cuidado é tão importante

Calendário de vacinação animal: porque esse cuidado é tão importante

O calendário de vacinação animal ainda é um assunto que gera dúvidas na maioria das pessoas. Por isso, é muito importante que profissionais e funcionários de clínicas e petshops possam orientar bem o cliente que possui um cãozinho ou gato.

Vale salientar que os pets devem ser vacinados desde o início da vida, quando ainda são filhotes. Mas existem casos em que o animal foi adotado na fase adulta. Ou seja, eles também podem ser protegidos em outras idades.

Saiba a seguir algumas dicas importantes sobre a vacinação animal, para que você possa orientar bem o seu cliente.

 

Por que a vacinação animal é importante?

A vacinação irá garantir a imunização desses pets, além de evitar que os humanos também possam se contagiar com doenças transmissíveis aos humanos, as zoonoses, como no caso da raiva.

O animal estará protegido de doenças infecciosas e dos agentes de doenças que estão circulando entre os de sua espécie. Enquanto isso, os humanos que vivem com esse bichinho poderão ficar tranquilos em relação a sua saúde.

Esse assunto é considerado de saúde pública. Por esse motivo, existe campanhas contra raiva a nível nacional para que não só animais de rua sejam vacinados como também cães e gatos que vivem em ambientes domésticos.

Quando o animal é imunizado, ele poderá ter uma vida mais saudável e longa. Não terá riscos de contrair bactérias, vírus, entre outros microrganismos. Sendo assim, a sua expectativa de vida será cada vez maior.

 

Tem algum problema em atrasar a vacina?

Sim! A vacinação deve ser realizada dentro das datas recomendadas pelo seu veterinário. Por esse motivo, todo tutor recebe uma carteirinha para saber exatamente quando o pet deve ser vacinado.

Mesmo assim, alguns donos de animais podem atrasar a vacina. Quando isso acontece, ele deve correr para um profissional imediatamente e vacinar o bichinho. Só assim, ele estará protegido de doenças.

 

Qual deve ser a frequência de vacinação?

Existem várias vacinas que são aplicadas em cães e gatos, porém, a frequência irá depender da idade deles. Os filhotes necessitam de vacinações mais com intervalos mais curtos entre elas, pois estão construindo sua imunidade. É importante esclarecer que que a imunidade que os filhotes recebem das mães, apesar de importante, pode dificultar que o filhote crie imunidade mais rapidamente com as vacinas. 

Por isso é fundamental que as vacinações sejam feitas somente por veterinários, pois eles analisam o histórico do animal e da sua mãe, entre outras coisas, para só então definir o tipo de vacina e a frequência de vacinações mais adequadas.

 

E quais são as vacinas essenciais?

Normalmente as vacinas antirrábica, polivalentes, de gripe canina são as mais indicadas para os cachorros. Elas previnem uma série de doenças que podem acometer os animais que não são vacinados.

Já no caso dos gatos, as vacinas FPV, FCV e FHV1 são as principais. Por isso, indique sempre ao seu cliente que ele vá ao veterinário assim que adotar o bichinho, independente da sua idade.

É importante mencionar que apenas o veterinário está apto para aplicar as vacinas nos animais. Além disso, ele irá avaliar o estado de saúde do bichinho e definir a programação para aquele animal especificamente.

Gostou das dicas sobre vacinação animal? Confira no site da V2Pet produtos incríveis que vão manter o animal do seu cliente seguro, bem cuidado e com mais disposição.