Cadastre-se como pessoa jurídica e tenha acesso a todos os produtos

Cachorro na piscina: conheça os cuidados principais

Cachorro na Piscina: conheça os cuidados principais

Dias quentes pedem um banho refrescante de mangueira ou um mergulho no mar, não é mesmo? Mas quem possui animais de estimação, como fica essa história de cachorro na piscina?

Essa é uma dúvida muito comum de tutores de cães, sobretudo aqueles animais que adoram uma bagunça na piscina. Por isso, vamos desmistificar tudo sobre esse assunto. Confira a seguir se é seguro ter cachorro na piscina e se há alguma restrição para que eles aproveitem uma tarde maravilhosa de brincadeiras na água.

 

Cachorros podem nadar na piscina?

Sim! No entanto, esse animal precisa estar saudável. Por isso, é importante que o tutor seja orientado pelo veterinário sobre a possibilidade do animal, em particular, ter alguma doença que o impeça de nadar.

Vale salientar que a presença do bichinho não altera o PH da água. Ou seja, ela vai permanecer entre 7,0 e 7,4, além do nível do cloro também se manter equilibrado. Isso vai garantir que o cachorro possa ser desinfectado após banho de piscina.

Mas se o animal urinar ou defecar no local, deverá ser feita uma super cloração na água. Assim será possível evitar contaminação e transmissão de doenças. Sem falar que ninguém merece água com sujeira, não é mesmo?

 

Os cães são alérgicos aos produtos da piscina?

Outro questionamento bastante comum é sobre a alergia aos componentes no tratamento da água. Segundo especialistas, os produtos químicos devem ser usados dentro da dosagem recomendada para não comprometer o animal.

Mas como alguns bichinhos são mais sensíveis, vale consultar um profissional antes de deixá-los entrar na piscina. Saiba a seguir algumas dicas incríveis para que o tutor fique tranquilo quando o cachorro estiver na piscina.

 

Como garantir a segurança do cachorro na piscina?

Listamos 5 dicas imperdíveis para você manter a segurança do cachorro na piscina. Confira!

 

Tenha certeza de que o animal sabe nadar

O tutor deve ensinar o cão a nadar. Mas se ele não puder ou não souber como fazer isso? Então o ideal é que ele procure um treinador. Esse profissional está apto a ajudar o bichinho a aprender diversas coisas e nada é apenas uma delas.

O tutor deve ensiná-lo a sair da piscina

Outra dica simples é ensinar o animal a entrar e sair da piscina. Para te ajudar, instale uma escada ou rampa nas bordas e oriente ele para sair quando quiser sair. Essa dica é fundamental para situações de perigo ou quando ele estiver desesperado.

Investir em acessórios na piscina

Compre boias para que o animal possa se apoiar ou colete salva vidas. Esses objetos podem orientar o animal quando ele estiver cansado. Por isso, deixe-os sempre à mostra.

PCR dos Pets

Outra coisa que pode salvar a vida do bichinho é saber lidar com uma parada cardiorrespiratória. Por isso, todo tutor deve aprender o básico para salvá-lo durante algum acidente. Então, vale entrar em contato com um adestrador ou locais que ofereçam aulas sobre essas técnicas de salvamento.

A piscina deve ser cercada

Quando não estiver utilizando a piscina, cerque-a ou coloque uma proteção sobre ela. Cães são distraídos e agitados, então eles podem cair na água durante uma brincadeira ou quando estiverem correndo ao redor dela.

 

Outras dicas importantes sobre cachorro na piscina

Ficar de olho no animalzinho é essencial para manter a segurança dele. Aliás, o dono também deve lembrar de dar banho nele assim que sair da piscina. Ficar pouco tempo exposto ao sol e beber muita água também é importante.

Gostou das dicas? Então adquira produtos incríveis com a V2Pet, que vão manter a saúde e segurança do cachorro do seu cliente.